ÁREA DO CLIENTE

Seu Site é uma Ferramenta Poderosa

Em primeiro lugar seu site é o seu cartão de visitas na internet. O que significa que ele precisa ter boa apresentação. Mas não é apenas isso. Um site apenas visualmente adequado não necessariamente será encontrado por alguém que está buscando pelo serviço que você presta. Ele precisa ter características técnicas de programação que façam com que o Google, maior buscador na internet, veja-o com bons olhos.

“Quero saber se meu site está de acordo com as políticas do Google”

Os sites mais bonitos podem não ter valor nenhum se ninguém puder encontrá-lo. Além de tecnicamente bem desenvolvido, com linguagem de programação adequada e uma série de outras características técnicas importantes, ele precisa de conteúdo. Além de seu cartão de visitas, seu site deverá ser um depositório de informações que poderá servir de base para suas ações de marketing digital.

“Será que meu site está tecnicamente bem desenvolvido?”

Se alguém chegou até seu site, esse potencial cliente precisa saber onde ir e o que fazer. “Call to Action”. É isso que seu site deve necessariamente oferecer. Você deve destacar algo como “marque sua consulta” ou “fale conosco”. Além de ferramentas como um chat on-line ou um canal via WhatsApp para que seu futuro cliente encontre facilidade para o agendamento. Nada tem mais valor do que uma lista qualificada de contatos. Invista nisso. Ofereça conteúdo em troca de dados. Eles são valiosos no ambiente digital.

Tudo isso precisa ser medido. Seu site deve ter uma ferramenta analítica instalada. Quantos usuários visitaram seu site essa semana ou no ultimo mês. Criei um conteúdo novo, incluí esse conteúdo em meu site e divulguei em minhas mídias sociais. E agora? Quantos acessos essa ação gerou? Tudo precisa ser medido. Quanto mais informação temos, melhores são as decisões que tomamos.

“Tenho uma ferramenta analítica instalada em meu site?”

Se você vai começar por algum lugar, comece pelo seu site.

“Gostaria de receber um orçamento para meu site”

Compartilhar Artigo: